Rondônia,15/04/2021
Outras

Agricultores terão vantagens na contratação do crédito até junho

Agricultores de Rondônia terão incentivo para investimentos, através do crédito rural, para recuperação de áreas degradadas e aumento da produção agrícola.

 

Em reunião realizada na superintendência do Banco da Amazônia, o vice presidente da Emater-RO Francisco Mende Sá, o empresário Cesar Cassol e o deputado federal Luis Claudio debateram com o superintendente do Banco Edimar Bernardino, estratégias para facilitar o acesso dos agricultores aos insumos e equipamentos necessários à recuperação do solo, e ao aumento da produção agropecuária.

Bernardino informou que o Banco da Amazonia dispõe de 650 milhões de reais para investimento no agronegócio e que deste montante 90 milhões são destinados especificamente ao Pronaf, que possui taxas de juros subsidiadas para o agricultor familiar.

Segundo foi discutido na reunião é relevante para os agricultores a informação sobre o cenário econômico no Brasil, cuja tendência é de alta dos juros para o próximo plano safra, que inicia em primeiro de julho, e vale para o ano agrícola 2016\2017.

Para garantir aos agricultores acesso ao credito ainda neste plano safra, sem atropelos de ultima hora, como poderia acontecer se a maioria dos agricultores apresentasse propostas de financiamento para compra de máquinas, calcário e outros insumos, somente durante a Rondônia Rural Show, que acontecerá de 25 a 28 de maio em Ji-Paraná.

Neste caso não haveria tempo para analise e contração de todos os projetos até a data limite do plano safra atual, 30 de junho, e muitos agricultores ficariam prejudicados porque provavelmente a partir dessa data, com a vigencia do plano safra 2016\2017, os juros bancários poderão ser outros, muito mais caros, acredita o superintendente do Banco da Amazônia .

A solução proposta pelo governo do Estado através da Emater-RO, para facilitar a vida dos agricultores, foi a realização de rodadas de negócios organizadas pela própria Emater, em sete municípios estrategicamente localizados, para estimular as negociações entre agricultores, fornecedores e agentes financeiros em todas as regiões do Estado. Nestas rodadas de negócios os agricultores  poderão apresentar suas propostas de crédito aos bancos, desta forma tem-se mais tempo para elaboraçao e analise dos projetos, ainda neste plano safra, disse o diretor técnico da Emater-RO, Jose de Arimatéia.

Fonte: Emater/RO

Mostrar mais

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close