Rondônia,15/04/2021
AgronegócioDESTAQUES

Rondônia participa da 4ª Semana Internacional do Café em Minas Gerais

Uma comitiva de autoridades e técnicos de Rondônia embarca nesta terça-feira (20) para Belo Horizonte onde participam da 4ª Semana Internacional do Café 2016, que vai reunir cafeicultores, torrefadores, classificadores, exportadores, compradores, fornecedores, empresários, baristas, proprietários de cafeterias e apreciadores de todo o País e do exterior, com interesse no mercado do café.

O evento, segundo o superintende de Desenvolvimento de Rondônia (Suder), Basílio Leandro de Oliveira, que acontece no Centro de Feiras de Minas Gerais (Expominas) de 21 a 23 (quarta, quinta e sexta-feira próximas), será uma vitrine para o café de Rondônia, que experimentou na safra de 2015 um salto extraordinário de qualidade e produtividade com a inserção do café clonal RBS Ouro Preto, que padronizou e elevou a produção estadual a 1,9 milhão de sacas nesta safra contra as 800 mil sacas da safra passada. A cultivar RBS Ouro Preto foi desenvolvida pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa/Rondônia) para as condições de composição de solo e clima da região.

O superintendente destacou o esforço do Estado para impulsionar a produção cafeeira, divulgando a formalização do convênio nº 120/PGE firmado com ao Serviço Brasileiro de Apoio às Micros e Pequenas em Empresas (Sebrae), no valor de R$ 1,5 milhão, com a contrapartida do convenente em mais R$ 2,5 milhões, para custear os projetos de desenvolvimento da cafeicultura rondoniense, com foco na  melhoria da qualidade, produtividade e até na gestão da atividade cafeeira, visando como fim, a elevação da margem de ganhos na comercialização e a sustentabilidade dos empreendimentos rurais.

O governador Confúcio Moura tem noção clara da importância da cafeicultura para a economia do Estado, e por isso tem implementado medidas de incentivo à produção, que devem resultar numa colheita recorde de quatro milhões de sacas já nesta próxima safra, o que é meta dos órgãos ligados ao setor produtivo, segundo afirma o superintendente da Suder.

Superintendente da Suder, Basílio

Superintendente da Suder, Basílio Leandro de Oliveira

Entre as medidas de fomento adotadas pelo Governo do Estado está a aquisição e distribuição de três milhões de mudas do café clonal – conilon gourmet -, que é parte do conjunto das experiências de sucesso da produção rondoniense, que será levada à 4ª Semana Internacional do Café, para demonstrar o padrão – método de padronização -, da qualidade produtiva aplicado nas lavouras do Estado, que é fator essencial para classificação do produto.

Integram a comitiva rondoniense, dirigentes e técnicos da Secretaria da Agricultura (Seagri), Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresa (Sebrae) e a própria Suder, todos com o propósito de elevar o conceito da cultura cafeeira rondoniense, e atrair investimentos e interessados na produção estadual.

A Semana Internacional do Café realizada pela quarta vez em Belo Horizonte é hoje uma das principais ações de promoção do café de Minas Gerais e do Brasil e tem como foco desenvolver o mercado brasileiro e divulgar a qualidade dos cafés nacionais para o mercado interno e para os países compradores, o que também é meta de Rondônia, que vai se integrando ao grupo dos principais produtores de café do Brasil.

Texto: Cleuber R Pereira
Fotos: Secom/Marcelo Gladson

Mostrar mais

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close