Rondônia,21/09/2018
AgronegócioDESTAQUESExposiçõesGeralOutrasPecuáriaPisciculturaTurismo

Rondônia firma parceria com empresas chinesas visando à adoção de tecnologia para produção de energia sustentável

A reunião entre empresários chineses e a diretoria da Empresa Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural de Rondônia (Emater-RO) trouxe grandes expectativas para a implantação de tecnologia renovável no estado. Além de participar da 6ª Rondônia Rural Show, que acontecerá de 24 a 27 de maio, em Ji-Paraná, os representantes da Pilot Technology estão verificando a possibilidade de implantar uma unidade demonstrativa no Centro de Treinamento da Emater-RO (Centrer) para que os produtores rurais possam conhecer melhor as utilidades da energia solar em suas propriedades.

A energia solar na China é uma indústria que vem crescendo rapidamente. O País conta com mais de 400 empresas no ramo transformando-se hoje, no maior instalador de energia solar fotovoltaica. Essa tecnologia chegou ao Brasil através da Pilot Technology que já conta com uma empresa constituída em São Paulo para disseminação do produto.

A escolha para implantar essa tecnologia em Rondônia deu-se em virtude da grande capacidade de radiação solar, praticamente o ano todo, o que facilita a captação desse tipo de energia e sua conversão em eletricidade. A grande capilaridade da Emater-RO, com escritórios instalados nos 52 municípios do estado, será um grande impulso para que a tecnologias chegue ao conhecimento do agricultor rondoniense.

ENERGIA SOLAR
Interessados em difundir esse sistema de energia na região, os empresários Henrique Kao e Song Liu, representantes da Pilot Technology apresentaram aos diretores da Emater-RO as utilidades das placas solares. Segundo eles, hoje o produto está sendo mais utilizado em residências domiciliares, entretanto, os painéis solares se apresentam como excelente alternativa de energia para a agricultura, em especial nos sistemas de irrigação, onde o consumo de energia é alto, ou mesmo para o funcionamento dos aeradores na piscicultura.

“O sistema permite uma economia de mais de 70{b160333f6ceb1080fb3f5716ac4796e548b167cdf320724da9e478681421f6da} no custo de energia, quando comparada com o atual sistema”, explicou Kao.

Economia de mais de 70{b160333f6ceb1080fb3f5716ac4796e548b167cdf320724da9e478681421f6da} no custo de energia.

Maquete do sistema que proporciona economia de mais de 70{b160333f6ceb1080fb3f5716ac4796e548b167cdf320724da9e478681421f6da} no custo de energia

Para o diretor vice-presidente da Emater-RO, Marcio André Milani, que conduziu a reunião junto com os demais diretores, o sistema de energia solar, além de trazer uma economia para o produtor rural, é uma tecnologia renovável, autossustentável que vai ao encontro das necessidades no meio rural. O próprio Protocolo de Kyoto sobre as mudanças climáticas, em vigor desde 2005, aponta incentivo para a utilização de energias renováveis como um dos caminhos para conter o avanço das emissões de CO2 no ambiente.

Após a reunião, os empresários seguiram em visita ao Centrer para verificar a possibilidade de instalação de uma unidade demonstrativa no local. Na sequência, visitarão a área da 6ª Rondônia Rural Show, em Ji-Paraná, onde pretendem instalar um estande para apresentação da tecnologia com utilização de placas solares fotovoltaicas.

 

Fonte

Texto: Wania Ressutti
Fotos: Emater-RO
Secom – Governo de Rondônia

Compartilhar
Mostrar mais

Notícias relacionadas

Close