Rondônia,21/06/2018
DESTAQUESGeralPecuária

Renovado o convênio para realização do Pró-Genética em Rondônia em 2018

A expectativa com o Pró-Genética é tão grande, que já definimos os próximos passos, que inclui a capacitação dos técnicos da Emater

A pecuária seletiva de Rondônia viveu na última semana mais um momento histórico. Por meio da integração de várias entidades, incluindo ABCZ, Emater, Secretaria de Estado de Agricultura (Seagri), Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado de Rondônia (Idaron), Banco do Brasil e Sicoob, o convênio para a realização do Pró-Genética foi renovado no Estado. Com isso, pequenos e médios produtores rondonienses terão mais facilidade para adquirir animais de capacidade genética melhoradora, com valores e condições de pagamentos facilitados.

“Só no ano passado, nós tivemos 244 animais comercializados em 7 eventos do Pro-Genética em Rondônia, a expectativa é que ocorra um maior número de eventos e um número bem superior de touros vendidos. Automaticamente isso vai proporcionar uma bezerrada de melhor qualidade e com certeza mais produtividade nas propriedades desses rebanhos, com maior receita na venda dos animais”, comemorou Rivaldo Machado Borges Júnior, diretor da ABCZ responsável pelo programa.

O acordo foi firmado durante uma reunião na sede Seagri. Na oportunidade, detalhes do programa foram apresentados ao grupo de parceiros. “Tanto a Seagri quanto a Emater passaram por mudanças na gestão, e essa reunião foi extremamente positiva, também nesse sentido. A expectativa com o Pró-Genética é tão grande, que já definimos os próximos passos, que inclui a capacitação dos técnicos da Emater, que vão atuar diretamente no programa, e um calendário que já conta com pelo menos três feiras, acompanhando grandes eventos do setor no Estado”, ressalta Licério Magalhães, gerente de Desenvolvimento Pecuário da Seagri.

Representando a ABCZ, estiverem presentes o gerente do ETR/ Ji Paraná, Guilherme Pereira e os conselheiros Josué Giacometti e José Macedo da Silva. “Nessa reunião também contamos com a presença do criador Danilo Nunes, que seleciona Nelore e Guzerá na região, e ele é um exemplo dos criadores que estão com grande expectativa no programa. Existe a demanda por feiras e leilões no Estado, até porque existem animais de muita qualidade. Além disso, os pecuaristas sabem da importância do programa para aumentar o valor da produção”, explica Pereira.

Fonte
Texto: Mário Sérgio Santos – ABCZ
Fotos: Dhiony Costa e Silva
Secom – Governo de Rondônia

Compartilhar
Mostrar mais

Notícias relacionadas

Close