Rondônia,20/09/2018
AgronegócioDESTAQUES

Levantamento da Conab revela segundo maior resultado da história

O 7º Levantamento da Safra de Grãos 2017/2018, divulgado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), revelou estimativa de colheita de grãos de 229,5 milhões de toneladas, que deverá ser a segunda maior da história. O recorde foi registrado no ano passado de 237,7 milhões de toneladas.

Apesar do decréscimo de 3,4% em comparação à safra passada, o número é considerado elevado considerando a média de produção no país em condições climáticas normais. Em relação aos números apurados no mês anterior, houve aumento de 3,5 milhões de toneladas (1,5%).

“São muito bons os números. A safra do ano passado foi excepcional por causa do clima, mas o número deste ano é da mesma forma, gerando excedentes para exportar e impactos positivos na inflação, como nós vimos hoje”, avaliou o coordenador de Economia da Secretaria de Política Agrícola do Mapa, Sávio Pereira.

O IBGE acaba de divulgar o índice de inflação de março próximo à zero e os alimentos têm tido papel importante nisso, comentou, acrescentando que a agricultura está produzindo superavit comercial de US$ 90 bilhões. “Praticamente não tivemos problemas, exceto no planalto gaúcho, praticamente o desenvolvimento é como o do ano passado”.

A boa estimativa deve-se ao resultado do avanço da colheita da soja e do milho primeira safra, que vem confirmando boa produtividade e perspectiva de maior de área para a segunda safra. A soja é a maior responsável pelo desempenho da produção. A leguminosa deve alcançar 114,9 milhões de toneladas. O algodão em pluma novamente marca presença neste levantamento, com produção de 1,9 milhão de toneladas, que representa 21,8% a mais que na safra anterior. O feijão segunda safra também obteve bom desempenho e deve colher 1,29 milhão de toneladas, com aumento de 7,3%.

Área plantada

As culturas de soja e milho de primeira safra estão em fase final de colheita. A área estimada sinaliza aumento de 0,8%, comparado ao período anterior, atingindo 61 milhões de hectares. Na ordem crescente de ganho absoluto da área plantada, vem primeiro a soja com 1,2 milhão de hectares, em seguida o algodão (205,6 mil ha) e o feijão segunda safra (115,4 mil ha), com destaque para a espécie caupi.

Com os ganhos obtidos, a área total da soja ficou em 35 milhões de hectares. Outros destaques em relação à área foram o milho segunda safra (total de 11,5 milhões de ha), o milho primeira safra (5 milhões), o feijão segunda safra (1,5 milhão) e o algodão (1,1 milhão).

imprensa@conab.gov.br

Compartilhar
Mostrar mais

Notícias relacionadas

Close