Rondônia,19/10/2018
DESTAQUESPecuária

Seminário discute prioridades para fortalecimento da produção de leite a pasto em Rondônia

A capacitação de extensionistas é uma das prioridades da Emater-RO

Durante dois dias extensionistas da Emater-RO estarão reunidos em Ouro Preto do Oeste para discutir ações de melhoria na alimentação do gado leiteiro. A proposta visa fortalecer o projeto de produção de leite com foco no manejo e na qualidade das pastagens e alinhar ações para atuar nas 667 propriedades que já trabalham, com manejo adequado. O Seminário Estadual sobre Produção de Leite à Pasto está sendo realizado, no Centro de Treinamento da Emater-RO (Centrer-RO).

Uma boa alimentação, somada às condições de sanidade e à genética do animal é o segredo para o sucesso na produção leiteira. O projeto de produção de leite a pasto, do governo estadual, veio para isso, para oferecer ao produtor rural assistência técnica e condições de melhorar a produção leiteira do seu rebanho.

Um pasto, quando bem manejado, pode trazer benefícios tanto para a saúde animal, quanto para a produtividade gerando melhorias na qualidade e na produção leiteira, além de oferecer ganhos econômicos ao produtor rural. “O manejo de pastagem é uma técnica que precisa ser bem feita”, diz Janderson Dalazen, diretor técnico e de planejamento da Emater-RO, salientando que esse é o momento de o extensionista tirar suas dúvidas, alinhar ações e definir prazos, para levar as informações necessárias ao produtor rural.

Das propriedades assistidas pela Emater-RO no estado, 667 já estão trabalhando com a técnica do manejo de pastagem. A idéia é trabalhar com essas propriedades para que elas possam servir de exemplo e que outros produtores também possam adotar essas ações e transformar suas pastagens em pastagem de qualidade. Para isso a diretora-presidente da Emater-RO, Albertina Marangoni Bottega, já destacou profissionais para prestar assessoramento no campo e contribuir com seus colegas na condução no projeto de produção de leite a pasto.

Albertina destaca ainda, que a Emater-RO tem excelentes profissionais, mas as condições de trabalho ainda estão aquém do ideal. “Precisamos de veículos, precisamos de equipamentos de informática, precisamos de apoio dos parlamentares para estruturar a Emater”, disse lembrando que algumas emendas parlamentares já estão sendo encaminhadas nesse sentido, mas que ainda não é suficiente para atender toda a demanda da autarquia.

Falando sobre os cursos de capacitação e atualização para extensionistas, a presidente da Emater-RO, disse ser essa uma das prioridades da Emater-RO. “Conto com o apoio de cada um para identificar essas demandas, para trazer novas capacitações e qualificar ainda mais o atendimento ao produtor rural”.

Fonte: Secom – Governo de Rondônia
Compartilhar
Mostrar mais

Notícias relacionadas

Close