Rondônia,19/07/2018
Artigos

Mudas de Café clonal doadas pelo Governo ajudam pequenos produtores.

O estado é o quinto maior produtor do país, e foi responsável por 4,3%

Com a retomada da produção do café no estado de Rondônia há quase cinco anos, o Governo do Estado, por meio da parceria institucional da SEAGRI e da antiga SUDER, hoje SEDI, realizaram três processos de licitação entre os anos de 2016 e 2018 que viabilizam a doação de mudas de café clonal para mais de 40 municípios.
 
Em 2016 foram licitadas 3,5 milhões de mudas e em 2017 mais 4 milhões e já para este exercício, tramita na SUPEL o pregão presencial 043, ocorrido em fins de março no município de Cacoal onde foram contratados 10 lotes de 300 mil mudas cada, para que antes de findo esse exercício possam ser entregues aos diversos produtores rurais que apostam na cafeicultura rondoniense.
 
O café retoma assim sua escala de produção e a EMATER e EMBRAPA engajadas na melhoria da qualidade vem contribuindo positivamente para o objetivo do setor rural.
Rondônia figura entre os seis maiores estados produtores de café do Brasil, que juntos, atingiram 98% do volume da safra de 2017. 
 
O estado é o quinto maior produtor do país, e foi responsável por 4,3% (1,94 milhões de sacas) de toda a produção nacional, segundo o levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB) no ano passado. 
 
Rondônia é o maior produtor da Região Norte e conseguiu bom resultado em um ano em que a safra brasileira teve uma redução de 12,5%, frente à anterior. Isso porque o café conilon, que predomina por aqui, totalizou mais 10,72 milhões de sacas de 60 kg, representando um crescimento expressivo de 34,2% em relação à safra anterior no Brasil. 
Por Francisco Aroldo – Economista
Compartilhar
Mostrar mais

Notícias relacionadas

Close