Rondônia,16/12/2018
AgronegócioDESTAQUES

Seminário Regional do Café de São Miguel do Guaporé reúne produtores da região

O Sebrae em Rondônia e seus parceiros realizaram o Seminário Regional do Café de São Miguel do Guaporé. O evento, que ocorreu na praça municipal, fez parte da programação da 6ª Feira Empresarial do Vale do Guaporé (Fevale) e foi realizado por meio do Convênio nº 120/PGE/2016, da Superintendência Estadual de Desenvolvimento Econômico e Infraestrutura (Sedi) com o Sebrae. Durante o seminário, foram disponibilizadas as palestras “Colheita e pós colheita do cafeeiro”, “Irrigação do cafeeiro” e “Manejo da pós colheita com ênfase em poda programada”.

Sebastião Oliveira, analista técnico do Projeto Cafeicultura de Rondônia, destacou a importância das parcerias para a implantação de tecnologias na produção do café em Rondônia. Ele ressaltou: “O profissionalismo da nossa produção de café tem feito com que especialistas de estados como Bahia e Espirito Santo venham para cá conhecer as técnicas que estão sendo usadas nos sete municípios que o projeto atende”. Em São Miguel do Guaporé, são acompanhados trinta produtores de café.

Contudo, outros municípios também enviaram seus cafeicultores. É o caso de Lourival Fernandes Fraga, morador de Nova Brasilândia D´Oeste. Ali, o produtor e sua esposa se juntam ao casal de filhos para cultivar quatro hectares de café. No projeto há dois anos, ele garante que sua produção mais que dobrou nesse período. “Minha lucratividade só tem melhorado nesse período e isso representa uma melhora significativa na vida de minha família, já que o projeto nos ensina a zelar pela saúde e bem-estar da família. Eu aconselho aos produtores que busquem conhecimento para que possam passar pela transformação que estou passando”, disse ele.

O diretor técnico da Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia (Emater/RO), Janderson Dalazen, acompanha de perto o projeto, bem como a produção de café do estado. Para o especialista, que também ministrou palestra no evento, a cafeicultura tem crescido em Rondônia e tem participação importante na geração de renda: “Vale a pena investir na produção do café e até mesmo ampliá-la, dado o crescimento que estamos registrando, não apenas na quantidade, mas principalmente na qualidade dos grãos produzidos”. A adesão a novas tecnologias, de acordo com ele, também vem contribuindo para a melhora da produção.

Paulo Sergio Volpi, pesquisador do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), veio para São Miguel do Guaporé especialmente para o seminário. Para ele, a fama do café rondoniense chegou ao instituto e fez com que um grupo viesse para a região conhecer a produção. A surpresa foi tanta que voltou para dar uma palestra no evento. “Os produtores de Rondônia estão buscando informações com órgãos e entidades e essa parceria está ajudando bastante no produto final”, ressaltou.

O diretor superintendente do Sebrae em Rondônia, Valdemar Camata Junior, fez questão de acompanhar o seminário. Segundo o executivo, era necessário fazer um agradecimento especial a cada produtor do município pelo sucesso do projeto na região: “É essencial que o Sebrae venha ao encontro dos produtores para que possamos conhecer as necessidades de cada um deles e façamos com que atinjam um mercado cada vez mais maior, tornando-os empresários do setor. Essa é a missão do Sebrae”. O Seminário Regional do Café de São Miguel do Guaporé seguiu até sábado, dia 7, com palestras e discussões que envolveram o tema.

Por: Assessoria Sebrae

Compartilhar
Mostrar mais

Notícias relacionadas

Close