Rondônia,22/04/2019
BrasilDESTAQUESPecuária

Pesagem de bois – quilogramas ou arrobas?

Ao se pesar o gado, o rendimento da carcaça depende da condição corporal, da cobertura de gordura, do sexo, das raças, da nutrição e do peso vivo no momento do abate

O termo arroba, de origem árabe, é a mais antiga medida de massa existente. Ela equivale à quarta parte do quintal – outra medida de massa – e varia de acordo com a cultura ou povo que a utiliza.

Sendo assim, a arroba possui diversos valores em quilogramas, de acordo com a região, que podem ser:

→Arábia Saudita – 11,3398 quilogramas;
→Algumas regiões da Espanha – 16,3293 quilogramas;
→Brasil e Portugal – 14,688 quilogramas (arredondado para 15 kg).

Com a padronização do sistema métrico de unidades, as medidas regionais acabaram perdendo força, ou caindo em desuso. Mas nem todos os mercados aderiram a esta padronização, como é o caso da medida de massa (peso) de bovinos, algodão, suínos e outros produtos em nosso país.

No Brasil, apesar de consolidado os 15 kg por arroba, existe ainda uma grande confusão entre o peso vivo e o peso da carcaça bovina.

Então, podemos dizer que o peso vivo total do bovino é o total pesado na balança do animal vivo. Quando falamos em arroba, estamos nos referindo ao peso da carcaça, ou seja, o peso da carne com o osso, desconsiderando o sebo, o couro, as patas, a cabeça e as entranhas.

carcaça – carne e osso – representa algo em torno de 55% do peso vivo do boi. Os outros 50% são o couro, o sebo, o sangue e a soma de todos os outros miúdos e do material ruminal.

Por representar cerca de 50% do peso do bovino, normalmente calculamos diretamente a quantidade de arrobas, dividindo o peso vivo por 30. Este número considera a quantidade da arroba (15 kg) e o rendimento da carcaça, que é em torno de 50%. Mas vale ressaltar que, apesar de chegar a um resultado próximo do correto, este cálculo pode gerar erros grosseiros.

Geralmente, pessoas não acostumadas com o conceito de arroba e do rendimento de carcaça acabam criando confusão na transformação de quilos para arroba. Isso porque o peso vivo em quilogramas é usado para o animal vivo, enquanto a arroba é usada para o total da carcaça, mesmo que se esteja falando em animais ainda vivos. Por exemplo: um boi de 300 kg de peso vivo é um boi de 10@. No entanto, 300 kg divididos por 15 é igual a 20 e não 10.

Mesmo com animal ainda vivo, quando falamos em arrobas, estamos considerando o peso que será obtido com a carcaça. Por isso o peso do boi do exemplo acima é igual a 10@. Pois são 300 kg de peso vivo, dos quais apenas 150 kg (50%) são carne mais osso, ou carcaça propriamente dita. O peso de 150 kg dividido por 15 é igual a 10@.

Embora pareça confuso, o raciocínio é automático para quem está acostumado. Quem não convive com tal terminologia, comum na pecuária, pode desenvolver o raciocínio fazendo o seguinte cálculo:

Peso em @ = (Peso Vivo x Rendimento da Carcaça em %)
15

Vale ressaltar que o rendimento depende da condição corporal, da cobertura de gordura, do sexo, das raças, da nutrição e do peso vivo no momento do abate. Por isso é preciso cautela quando se compara simplesmente a medida em quilogramas com as arrobas. É preciso lembrar que estamos comparando duas situações diferentes.

Por Ana Carolina dos Santos.

Fonte: Bigma

Compartilhar
Mostrar mais

Notícias relacionadas

Close