Rondônia,07/12/2019
AgronegócioBrasilDESTAQUES

Estados Unidos importam 18,2% dos Cafés do Brasil, Alemanha 17,2% e Itália 10,5%, do total de 10 milhões de sacas exportadas no primeiro trimestre de 2019

As exportações dos Cafés do Brasil, no primeiro trimestre de 2019, atingiram 9,97 milhões de sacas e receita cambial de US$ 1,30 bi, com o preço médio da saca de 60kg a US$ 131,08. Desse volume total exportado, 8,58 milhões de sacas foram de café arábica, 529,89 mil sacas de café robusta, 845,15 mil sacas de solúvel e apenas 3,13 mil sacas de 60kg de café torrado e moído. A despeito de ter havido um acréscimo expressivo no volume das exportações de 25,7% neste primeiro trimestre de 2019, se comparado com o mesmo período de 2018, o preço médio obtido por saca representou um decréscimo de 18,2%.

Com base na performance objeto desta análise das exportações de café no primeiro trimestre de 2019, pode-se estimar que se tais números forem extrapolados para o ano civil em curso, as vendas dos Cafés do Brasil para o exterior poderão atingir um recorde histórico de 40 milhões de sacas de 60kg neste ano. Especificamente em relação ao desempenho do primeiro trimestre, constata-se que o ranking dos principais destinos dos Cafés do Brasil foram, em primeiro lugar, os Estados Unidos com a importação de 1,8 milhão de sacas de café (18,2%), em segundo vem a Alemanha com 1,7 milhão de sacas (17,2%), e, em terceiro, a Itália, com 1 milhão de sacas (10,5%).

Os dados e números que permitem realizar estas análises, entre outras, da performance da cafeicultura em nível mundial foram obtidos do Relatório mensal março 2019, do Conselho dos Exportadores de Café do Brasil – Cecafé, o qual está disponível na íntegra no Observatório do Café do Consórcio Pesquisa Café, coordenado pela Embrapa Café.

Por:

Embrapa Café

Observatório do Café

Consórcio Pesquisa Café

Compartilhar
Mostrar mais

Notícias relacionadas

Close