Rondônia,18/08/2019
BrasilDESTAQUESOutras

Vigiagro apreende mais de 300 quilos de produtos com risco sanitário em Guarulhos e Viracopos

O cão Thor foi o grande aliado na detecção destes produtos

A apreensão de 305,2 kg de sementes, pescado, queijos e vegetais diversos após a fiscalização das bagagens de 2.108 passageiros que passaram pelos aeroportos de Guarulhos, em São Paulo, e Viracopos, em Campinas. Este foi o saldo da operação de controle e monitoramento realizada pela equipe K9 de Curitiba – que conta com cães farejadores do Sistema de Vigilância Agropecuária Internacional (Vigiagro) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

A ação, desencadeada entre 8 a 12 de junho, teve como objetivo prevenir a entrada de produtos de ingresso proibido no Brasil pelo risco sanitário oferecido. O cão Thor foi o grande aliado na detecção destes produtos. Os produtos foram incinerados.

Nos cinco dias de atuação de Thor e dos quatro auditores fiscais federais agropecuários e outros quatro técnicos de fiscalização, foram abertas bagagens de passageiros de voos provenientes de Dubai (Emirados Árabes), Joanesburgo (África do Sul) Doha (Qatar) Addis Abeba (Etiópia), Lisboa e Porto (Portugal) e Paris (França).

No mesmo período no aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, que não teve o trabalho dos cães, foram apreendidos cerca de 150 kg de vegetais, além de produtos que oferecem risco para a Peste Suína Africana, acendendo o alerta para a necessidade de aumentar o controle da fiscalização agropecuária.

O trabalho dos cães farejadores está sendo intensificado no Centro Nacional de Cães de Detecção (CNCD), em Brasília. A intenção é levar três cães para atuarem na fiscalização de bagagens em aeroportos. A previsão é que no primeiro semestre de 2020 as novas integrantes das equipes K9: Vamp, Meg e Frida, serão as novas “funcionárias” do Vigiagro. A previsão é que elas irão atuar nos aeroportos de Guarulhos (SP), Galeão (RJ) e em Belém (PA).

A versatilidade e o grau de acerto na detecção dos cães é grande, já que são capazes de vistoriar também correspondência, cargas, drogas e explosivos. Seu faro conta com mais de 200 milhões de células olfativas. O cão pode trabalhar ao longo do dia, com pequenos intervalos, reconhecendo cerca de 80 tipos de odores diferentes.

apreensões vigiagro1.jpeg

Mais informações à imprensa:
Coordenação-geral de Comunicação Social
Janete Lima

Compartilhar
Mostrar mais

Notícias relacionadas

Close