Rondônia,19/11/2019
AgronegócioBrasilDESTAQUESPiscicultura

nternational Fish Congress & Fish Expo Brasil 17 à 19 de Setembro – 2019 – Foz do Iguaçu-PR

O tema antecipa discussões fundamentais como segurança hídrica e a urgência em medidas preventivas para garantir o status sanitário da aquicultura brasileira

Como blindar a aquacultura brasileira contra as principais enfermidades da atividade ? A resposta vem em forma de provocação e debates durante o International Fish Congress que será realizado de 17 a 19 de setembro no Maestra Grand Convention – Recanto Cataratas Resort em Foz do Iguaçu,PR. Toda a cadeia do pescado, governos, entidades, competidores internacionais, pesquisadores, industriais e produtores, reunidos no coração da produção que mais cresce no país. A primeira edição do congresso internacional terá mais de 40 conferencistas de 12 países, discutindo tecnologias, práticas e cases de sucesso em produção e exportação. Considerado gargalo das exportações o tema biosseguridade será amplamente debatido na palestra “Biossegurança na aquicultura? A urgência de medidas para evitar riscos à atividade, com a presença de técnicos do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

“Com a intensificação da produção e ganho de escala na aquicultura brasileira, o tema da biossegurança passa a ter um caráter de urgência. Já assistimos países tendo sua produção devastada por doenças, como foi o caso do Equador com a mancha branca no camarão e que já atingiu o Brasil e o vírus ISA que colocou em cheque a indústria chilena de salmão em 2009. Estamos hoje sob ameaça do vírus TILV que é letal para a tilápia e já atingiu 3 continentes, incluindo países vizinhos como a Colômbia e Equador. O IFC fará este debate trazendo o que se tem de melhor em outras proteínas como o frango e suíno, através da participação de especialistas do Ministério da Agricultura”, destacou Altemir Gregolin, Ex Ministro da Pesca e Presidente do evento.

Dentro de Sanidade o tema “Vacinas autógenas na aquicultura: Ferramenta para a gestão dos desafios sanitários emergentes no Brasil” será apresentada pelo conferencista Santiago Benites de Pádua – Médico Veterinário, Mestre em Aquicultura, pesquisador e gerente de produtos Aqua do Laboratório Biovet Vaxxinova. Tema solicitado pela indústria “Medidas de controle de off flavor na produção de peixes cultivados” será ministra da pelo especialista Dr. Gianmarco Silva David – Pesquisador do Instituto de Pesca de São Paulo.

Sustentabilidade

O Seminário Internacional de Aquicultura vai discutir “Manejo de efluentes na aquicultura” com o Professor e Pesquisador do Instituto Federal do Paraná Anderson Codebela. Já o tema “Segurança hídrica na piscicultura: O meio ambiente suportará a produção em grande escala e concentrada? O que fazer?” terá os debates conduzidos por Ariel Scheffer – Superindente Itaipu Binacional. Ariel é Graduado em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Paraná, Mestre em Aquicultura pela Simon Fraser University, British Columbia, Canadá e Doutor em Zoologia pela Universidade Federal do Paraná. Foi Assessor do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) no Brasil, pesquisador do Instituto de Tecnologia para o Desenvolvimento – LACTEC, Gerente de Sustentabilidade do HSBC Bank Brasil e Pesquisador visitante no Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo. Atua nas áreas de Conservação da Biodiversidade Marinha e Continental, Gestão Ambiental e inovação para a conservação da biodiversidade.

Camarão do interior e Panga brasileiro

O cultivo de camarões no interior do Brasil como uma nova alternativa econômica, será assunto da palestra do Professor e Pesquisador da Universidade Federal de Rio Grande – FURG, Geraldo Fóes. Na palestra, Fóes aborda a técnica e resultados cultivo e perspectivas para o setor. A produção do “Peixe Panga no Brasil: Indicadores de resultados e viabilidade econômica” será apresentada por Martinho Carlos Colpani Filho – da ABCPanga – Associação Brasileira de Criadores de Panga.

Na área de tecnologias o Sistema IMMERSUS de Biometria Digital e Modelos Matemáticos para redução da conversão alimentar será ministrada pelo conferencista Wagner Camis – Zootecnista, Piscicultura Água Pura – SP. Na palestra “O desenvolvimento da maricultura no Brasil: avanços e desafios tecnológicos, econômicos e de regulamentação” será abordada pelo . Conferencista: Gilberto Manzoni – – Case de sucesso em sistema de produção e manejo de tambaqui em células. Conferencista Professor e pesquisador da Universidade do Vale do Itajaí – Univali – Jenner de Menezes – Engenheiro de Pesca e Piscicultura – Biofish/RO. O International Fish Congress vai apresentar ainda experiências bem sucedidas em “Case de sucesso em sistema de produção e Manejo de tilápia”.

 Fonte: Assessoria
Compartilhar
Mostrar mais

Notícias relacionadas

Close