Rondônia,19/11/2019
AgronegócioDESTAQUESGeral

AGRICULTORES FAMILIARES EXPÕEM SEUS PRODUTOS EM FEIRA NO ESTACIONAMENTO DO PALÁCIO RIO MADEIRA, EM PORTO VELHO

Os produtores, orientados pela Emater-RO, trouxeram para expor produtos lácteos, embutidos e defumados, mel, doces e biscoitos, bebidas e uma variedade de produtos artesanais.

O estacionamento do Palácio Rio Madeira, na segunda-feira (4), apresentou uma grande exposição de máquinas e equipamentos agrícolas, e do lado das máquinas uma feira de produtos da agricultura familiar, com uma grande variedade de produtos frescos e processados, inclusive com uma ala inteira dedicada aos produtos da agroindústria familiar. Os produtores, orientados pela Emater-RO, trouxeram para expor produtos lácteos, embutidos e defumados, mel, doces e biscoitos, bebidas e uma variedade de produtos artesanais.

 

A ideia de trazer a feira para o pátio do palácio é da equipe da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri), com dois objetivos distintos, mas pertencentes ao mesmo projeto, promover o desenvolvimento rural, através do apoio à agricultura familiar. Ao mesmo tempo o Governo do Estado e o Governo Federal apresentam para a população 331 máquinas e equipamentos destinados às prefeituras para fomento da agricultura familiar.O objetivo dos agricultores é expor na feira todo o potencial produtivo das comunidades rurais, reivindicar benefícios e comercializar seus produtos.

Instalada na feira com uma barraca, a agricultora Miraci Vieira de Sousa, moradora na comunidade Curicacas no Baixo Madeira, se mostra muito animada com a possibilidade de vender diretamente aos consumidores a sua produção de frutas e legumes, e ainda melhor, vender produtos processados, porque estes carregam um valor agregado. Um exemplo de produto com valor agregado é o mingau de milho verde ou canjica, que ela vende em potinhos de duzentos gramas por três reais, enquanto que dez espigas de milho, que da para fazer vários potinhos, são vendidas por cinco reais.

A agricultora, que também é presidente da Associação dos produtores de Curicacas, diz que está ali, também para ser percebida pelas autoridades, que fazem as políticas públicas. “Se não nos apresentarmos ninguém vai nos enxergar porque  lá onde moramos abaixo de São Carlos, só se chega de barco”, afirma dona Miraci.

O secretário da Seagri, Evandro Padovani, e o presidente da Emater-RO, Lucino Brandão, percorreram todas as barracas da feira, conversando como os expositores e degustando amostras dos produtos, e ao final Padovani se manifestou dizendo, “essa feira tem a função de mostrar a importância dos investimentos públicos na agricultura familiar, aqui agente ver que a aptidão da agricultura de Rondônia é produzir alimentos de qualidade”, disse  o secretário.

O secretário estava se referindo aos investimentos nos programas de fomento como o programa de incentivo à agroindústria familiar, o Prove, e à compra pelo governo das máquinas expostas ali ao lado, entregues às prefeituras para apoiar os agricultores familiares, com o preparo de solo, e o apoio a outras atividades produtivas desenvolvidas na propriedade rural.

Fonte: 015 – Secom – Governo de Rondônia

Compartilhar
Mostrar mais

Notícias relacionadas

Close