Rondônia,19/09/2020
BrasilDESTAQUESGeralOutras

Cana: tecnologia auxilia controle de pragas, doenças e manejo da maturação

Plataforma de inteligência agronômica digital otimiza a performance e a gestão do canavial; o Smartbio em parceria com a Syngenta já está presente em 2,5 milhões de hectares no país

A tecnologia digital chegou para ficar, e a agricultura de alta performance, graças ao desenvolvimento de novos programas, vem revolucionando o meio rural. No cultivo da cana-de-açúcar, cultura que se distingue por não seguir o padrão de outros cultivos, a inteligência artificial já é realidade e vem fazendo a diferença.

Parceria

Desde que desenvolveu uma parceria com a SmartBreeder, empresa detentora do sistema SmartBio – plataforma de inteligência agronômica digital que auxilia no processo da tomada de decisão –, a Syngenta coloca à disposição dos produtores esse sistema que tem como objetivo otimizar os recursos e maximizar a produtividade. Algo que poucos anos atrás seria inimaginável. Um passo à frente da tradicional agricultura de precisão, até hoje a mais difundida e adotada no setor.

“Definitivamente, a era digital entrou na agricultura. E a cana-de-açúcar saiu na frente, afirma o engenheiro agrônomo Welder Fuzita, coordenador de marketing da Syngenta.

Cruzando dados

A plataforma cruza mais de 60 fatores relacionados ao manejo do canavial e entrega uma assertividade acima de 95% sobre a ocorrência de pragas e doenças.

“As informações estão no banco de dados das usinas e produtores. Desde data do plantio, variedade plantada, histórico de pragas e doenças, histórico de chuvas, adubação, tipo de solo entre outros fatores de uma área específica. Depois, cruzamos esses dados com as informações atuais. A partir daí, a plataforma processa e cruza todas estas informações e direcionam de forma estratégica a tomada de decisão, indicando quais áreas devem ser visitadas para monitoramento e até controladas”, descreve o engenheiro agrônomo.

Com meses de antecedência é possível determinar quais áreas tem maior e menor probabilidade de infestação de pragas. O sistema maneja hoje a broca da cana, a cigarrinha das raízes, o Sphenophorus e as doenças. Além disso, ajuda no manejo buscando maiores índices de açúcar (ATR) e organiza e
otimiza a logística das aplicações. O que poderia ser uma surpresa com consequências irreversíveis para o produtor rural, se transforma numa informação privilegiada que possibilita a tomada de decisão precisa na hora certa e com muita economia.

“Antigamente, esses levantamentos eram feitos por grandes equipes, e mesmo assim estava sujeito a erros, visitando áreas que não necessariamente existiria a praga. A plataforma contribui para maior assertividade, otimizando a equipe, ganhando agilidade de forma inteligente”, analisa Fuzita.

Crescimento

Em pouco tempo, a tecnologia se expandiu para vários estados produtores de cana-de-açúcar no país. A SmartBreeder está hoje presente em 2,5 milhões de hectares de canaviais. A tendência é de crescimento nas próximas safras, e é fácil entender o motivo. A transformação digital no campo vem ganhando força por permitir uma tomada de decisão baseadas em dados preciso e facilitar a vida do produtor, por isso, o Smartbio é a maneira mais eficaz, sustentável e lucrativa de proteger e aumentar a produtividade, uma excelente notícia para quem busca melhores resultados!

“A ferramenta inclusive aponta qual a melhor decisão em relação ao manejo. Se o ideal é entrar com o manejo químico ou biológico, indicando também o melhor momento para o início de cada forma de controle”, afirma Fuzita, que revela uma procura muito grande pela tecnologia por parte das usinas e produtores de cana-de-açúcar.

Futuro

A plataforma prova que o futuro já chegou na agricultura brasileira. O que há poucos anos parecia impossível, agora é uma realidade irreversível no agronegócio. Em uma cultura como a cana, tão importante para a economia com a produção de açúcar, energia e etanol, a tecnologia veio para ficar.

Por Syngenta

Mostrar mais

Notícias relacionadas

Close