Rondônia,04/04/2020
AgronegócioArtesanatoDESTAQUESGeralOutras

Exposição de Agroindústria Familiar e Artesanato acontece nesta sexta no Palácio Rio Madeira, em Porto Velho

A agroindústria e o artesanato se fazem presente na exposição

As agroindústrias de Rondônia ganharam do governo do Estado um excelente instrumento de divulgação e venda de seus produtos, que a Exposição de Agroindústria Familiar e Artesanato instalada no estacionamento pirarucu do Palácio Rio Madeira, a organização da exposição é da Secretaria de Agricultura (Seagri) com apoio da Emater-RO e outros parceiros. Já é um evento oficial que tem calendário definido pelo governo e acontece sempre na primeira sexta-feira subsequente ao recebimento do salário dos funcionários públicos, este mês será no dia 28.

O produtor expositor não tem custos com aluguel de espaço e taxas, precisa apenas trazer seu produto e seguir o regulamento do evento proposto pela Seagri, e conta com amplo apoio logístico, a Emater-RO fornece tendas e transporte de produtos para os produtores assistidos, o Sebrae ajuda a organizar o grupo de produtores do Sul do estado, e os apóia também com transporte de pessoas e mercadorias, juntamente com as prefeituras.

O regulamento da feira define como potencial expositor toda agroindústria familiar que possua certificação sanitária de seus produtos e que esteja inscrita no programa de verticalização da produção, o Prove Rondônia. Todo expositor deverá seguir a padronização de indumentária e higienização, para garantir a segurança das pessoas e dos alimentos comercializados, as pessoas que manipulem alimentos, em degustação e vendas, obrigatoriamente deverão usar roupas preferencialmente brancas, mascaras, luvas, toucas, e disponibilizar álcool em gel para quem desejar higienizar as mãos.

A feira e os expositores têm a sua disposição energia elétrica, acesso a bebedouros e sanitários, local de venda privilegiado no Palácio Rio Madeira, uma verdadeira cidade, com uma população circulante superior a seis mil pessoas, somente funcionários são mais de 5.600 pessoas trabalhando.

Mas para dispor de todas essas vantagens, o expositor da agroindústria precisa se comprometer com a organização do ambiente, não deixar caixas expostas e praticar preços justos.

Da parte do consumidor as vantagens também são grandes e variadas, facilidades de compra, praticamente no mesmo local de trabalho, amplo leque de produtos de uso cotidiano como alimentos e utilidades domésticas, produzidas artesanalmente, e com garantia da certificação sanitária oficial.

Fonte
Texto: Enoque de Oliveira
Fotos: Irene Mendes
Secom – Governo de Rondônia

Compartilhar
Mostrar mais

Notícias relacionadas

Close