Rondônia,02/12/2020
BrasilDESTAQUESGeralOutras

Idaron investe em formação continuada e melhoria nas condições de trabalho do servidor

Idaron investe em aprimoramento profissional dos servidores da Idaron

O aprimoramento profissional dos servidores, através de cursos e palestras voltadas à educação continuada, e o aparelhamento das unidades resumem as medidas que trouxeram melhoria nas condições de trabalho dos colaboradores da Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril de Rondônia (Idaron).

Desde o final de 2019, com apoio do Fundo Estadual de Sanidade Animal (Fesa), a Agência Idaron investiu mais de R$ 19 milhões na estruturação das regionais e das Unidades Locais de Sanidade Animal e Vegetal (Ulsav), com climatização onde não havia condicionadores de ar, construção de dois novos postos de fiscalização, instalação de bebedouros e aparelhamento dos escritórios, com cadeiras e televisores. E para melhorar o acesso às propriedades rurais, garantindo conforto e segurança aos servidores, foram adquiridos veículos, quadriciclos, barcos e até um hidroavião.

Além da valorização do profissional, a medida resulta na otimização do atendimento ao produtor rural e à sociedade como um todo, conforme destaca o presidente da autarquia, o médico veterinário Julio Cesar Rocha Peres.

CURSOS

Frente as mudanças e avanços pelos quais passa o agronegócio em Rondônia, a Idaron tem mantido um calendário de cursos e palestras para, em parceria com diversas instituições, garantir a atualização dos conhecimentos técnicos dos servidores. Um exemplo é o ‘Curso de Formação de Classificadores de Café – Grão CRU’, que está sendo realizado em Cacoal com apoio do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa) e do Instituto Federal de Rondônia (Ifro).

O curso, com carga horária de 80 horas, finalizou no último domingo (25). “O objetivo é promover a formação de profissionais que trabalham junto à cadeia produtiva do café em conhecimentos e habilidades na classificação física de café, de acordo com os padrões oficiais de classificação instituídos pelos Regulamentos Técnicos aprovados pelas Instruções Normativas do Mapa”, explicou Jessé de Oliveira Júnior, gerente de Inspeção e Defesa Sanitária Vegetal da Idaron.

Foco também está na área animal. No último dia 13, a Idaron iniciou um curso online sobre Febre Aftosa, com ênfase nas estratégias adotadas pelo Estado frente a suspensão da vacina e a busca pelo reconhecimento internacional como área livre de Aftosa sem vacinação.

A capacitação com duração de quatro dias teve como foco os médicos veterinários emergenciais contratados a partir de dezembro de 2019. “O objetivo é a atualização dos profissionais quanto ao Plano Nacional de Erradicação da Aftosa (Pnefa) e as ações de prevenção da doença, que terão ênfase nas ações de vigilância no Estado”, explicou o diretor técnico da Idaron, Walter Cartaxo.

Os profissionais que participaram do curso são os aprovados no Processo Seletivo Simplificado, que contratou temporariamente 30 técnicos agrícolas e em agropecuária. São colaboradores que atuam nas Unidades Locais de Sanidade Animal e Vegetal e Postos de Fiscalização em Alto Paraíso, Cabixi, Extrema, Nova Califórnia, Porto Velho, São Domingos, Tarilândia e Vilhena.

 

Fonte
Texto: Toni Francis
Fotos: Arquivo Idaron
Secom – Governo de Rondônia

Mostrar mais

Notícias relacionadas

Close